sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Como aproveitar meio dia de férias

Graças a Deus o meu meio palmo de testa serve para outras coisas sem ser estudar.

E não posso deixar de reconhecer, e melhor, de deixar a discussão em aberto, que apesar de sempre ter gostado de estudar desde pequena (acho importante reforçar o verbo gostar) os livros não tocam, não cantam, não me contam histórias, não me fazem sorrir, não me relaxam, não me divertem, não me permitem beber imperiais e comer tremoços ao mesmo tempo, roubam-me horas de culto à minha cozinha, não me deixam sequer que os leve para a praia, não gostam quando os partilho com amigos, não querem que me mascare no Carnaval, impedem-me de estar à mesa com a minha família mais que hora e meia, não me deixam dar os beijinhos todos que me apetece dar e mais uma série de coisas que, mais que a Medicina, me mantêm viva.

Mesmo assim, e declarando-me oficialmente mais morta do que viva, orgulho-me do meu palminho de testa, que me dói tanto nestas alturas, só porque sou muito mais um bicho de afectos do que um bicho de estudo.


Obrigado pela atenção. Esfolem-se para aí a comentar.



3 comentários:

Tânia disse...

O estudo é muito importante para o nosso futuro, mas não há nada como conviver com os amigos para nos alegrar a alma. Apoveita bem este meio dia de férias para te divertires... beijinhos :-]

Gonçalo disse...

Mái NADA! E qd é merecido parece que sabe melhor não é. Força.

Anónimo disse...

mariana oliveira likes this..ehehe!

De vez em qd sabe bem ter meio palmo de testa..lol*

bejoo